LWINI – Nome feminino e de mulher princesa na língua luvale (leste de Angola), que se dá ao ondular das chanas ao vento, reflectindo durante o dia as várias tonalidades do sol sobre as chanas.?”O ondular das chanas ao vento”

SÍMBOLO – Representa de modo esquemático e utilizando motivos de mascaras uma Mãe abraçando o seu filho, em jeito de protecção contra as minas existentes nas chanas. Quer-se de forma abrangente, representar neste conjunto (símbolo palavra e vice versa) genuína expressão de protecção da Mãe pelo seu filho, do adulto pela criança, da comunidade pelo seu membro.
Qualquer pessoa após o accionamento de uma mina requer desde logo não somente atenção e tratamento em consequência do seu estado físico, mas também assistência do ponto de vista psicológico em função do grande abalo sofrido e de todas as modificações que a imagem do acidente e deficiência ora portada venham a provocar desde o plano individual e familiar ao sócio-comunitário.A vítima das minas não tem idade!